A Avenida Raul Barbosa, no bairro Aerolândia, sofre mais uma intervenção para receber sistemas de saneamento. A obra é da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) e está sendo feita na parte do calçadão do polo de lazer da região. O trânsito de veículos na via não está sendo comprometido, em compensação, em alguns trechos, o passeio ficou completamente interditado, impedindo a passagem de pedestres.

Segundo a Companhia, os trabalhos fazem parte da primeira etapa da ampliação de esgoto nas sub-bacias CD1, CD2 e CD3, que ficam às margens do Rio Cocó. Quando pronto, o sistema contemplará os bairros Parque Manibura, Cocó, Edson Queiroz, Cambeba, Cidade dos Funcionários, Salinas, Guararapes, Luciano Cavalcante, Cajazeiras e Parque Iracema.

A previsão do órgão é que a obra seja concluída em 2016, porém, ainda não há data específica. O primeiro trecho, que compreende as Avenidas Raul Barbosa e Murilo Borges, deve ficar pronto em seis meses. Nesta etapa, 2.945 metros de tubulação estão sendo assentados.

O ponto de partida é o Batalhão da Polícia Ambiental, na Av. Raul Barbosa, indo até o cruzamento com a Av. Murilo Borges. Deste local, os canos serão implantados na Av. Murilo Borges, seguindo até a Câmara Municipal de Fortaleza.

Alternativa

Tendo que andar pela rua para se desviar da obra, o pedreiro Francisco Aldir da Silva pede uma solução alternativa para a situação no local. “Isso atrapalha muito, porque obriga a gente a passar pela pista, que tem um movimento enorme de carros. O risco de ser atropelado é grande”, lamenta.

A Cagece informou que os trabalhos em desenvolvimento hoje são complementares aos realizados em 2012, quando a Avenida Raul Barbosa ficou interditada por 90 dias para a implantação do Macrossistema de Esgoto na região. Na época, 400 metros de dutos de grande diâmetro foram instalados naquela via.

O serviço em execução atualmente servirá para interligar as redes das sub-bacias ao Macrossistema de Esgoto, para que este escoe os dejetos até a Estação de Pré-Condicionamento de Esgoto (EPC) da Avenida Castello Branco (Leste-Oeste), onde o material será tratado e, em seguida, lançado ao oceano. O investimento total previsto é de R$ 103.448.347,53, para a ampliação de esgoto das sub-bacias CD1, CD2 e CD3, com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e Tesouro do Estado. Ao todo, serão assentados 162.849,84 metros de rede coletora, além de12.927 ligações de esgoto.

Além da rede coletora às margens do Rio Cocó, a Cagece executa obras de ampliação de esgoto nas sub-bacias SE2, SD6 e CE4, além de uma obra de ampliação de esgoto para o Residencial Aldemir Martins.

Investimento

Na primeira sub-bacia, será beneficiado o bairro Granja Portugal, que conta com investimento de R$ 13,2 milhões. Já a ampliação de esgoto da SD6 contemplará os bairros Parque São José, Bom Sucesso, Vila Peri, Manoel Sátiro, tendo investimento de R$ 22,1 milhões.

Na CE 4, está sendo realizada ampliação de esgoto para atender aos bairros Dias Macedo, Itaperi, Parangaba e Serrinha, recebendo recursos de R$ 25,4 milhões. Finalizando, o Residencial Aldemir Martins, em Messejana, conta com investimento de R$ 1.548.149,08.

Bruno Mota
Repórterimage