O secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado do Ceará (SDE) , César Ribeiro, participou terça-feira da reunião de diretoria da FIEC, onde tratou sobre as recentes ações que envolvem a atração de investimentos para o Ceará. Dentre os projetos apontados como prioritários por sua pasta, Ribeiro citou a tríade de Hubs, englobando o de logística portuária, o aéreo e o de dados. Com relação ao primeiro, parceria entre os portos do Pecém e Roterdã, foi assinado memorando de entendimento em março de 2017 na Holanda e a definição de modelo de negócio e apresentação de plano de execução deverá estar definido até dezembro de 2017.

No que diz respeito ao Hub aéreo, com a concessão do aeroporto Pinto Martins a Fraport e a conquista do Hub da Air France/KLM/GOL, César Ribeiro destacou que a partir de maio de 2018, a capital cearense terá, por semana, três voos para Amsterdã, operados pela KLM, e dois voos para Paris, operados pela Joon, nova empresa da Air France. Além disso, a Gol anunciou que reforçará a oferta de voos para quatro capitais do Norte e do Nordeste. Ele ainda afirmou acreditar na perspectiva de novos negócios em várias áreas com esse empreitada.

Sobre o Hub de dados, a multinacional de telecomunicações Angola Cables lançou em 9 de agosto, em Sangano, na costa angolana, o cabo submarino de fibra ótica South Atlantic Cable System (Sacs). A previsão é de que o cabo chegue a Fortaleza em fevereiro de 2018, percorrendo 6.200 quilômetros pelo Oceano Atlântico. A Angola Cables está investindo cerca de U$ 300 milhões em projetos na capital cearense. Além do cabo de fibra ótica South Atlantic Cable System (Sacs), a empresa constrói outra rede submarina, o sistema Monet, e um DataCenter localizado na Praia do Futuro. A previsão é de gerar cerca de 40 empregos diretos e 800 indiretos até 2030, segundo projeções da própria empresa. A empresa estuda ampliar atuação no Ceará, no CIPP, com empresa de manutenção dos cabos e serviços de telecomunicações.

César Ribeiro falou ainda sobre o início das obras do Polo Químico de Guaiuba; do polo metalmecânico do Vale Jaguaribe, em Tabuleiro do Norte, em fase de execução com serviços de infraestrutura básica; e do polo de Saúde do Eusébio, com previsão de inauguração da Fiocruz até o fim do ano.

Fonte: Sistema FIEC