cid-gomes-no-poder-e-politica-1329847555073_1920x1080Em pesquisa divulgada hoje, 13 de dezembro pelo CNI/Ibope coloca Cid Gomes (Pros) no décimo lugar do ranking de governadores do País e em terceiro do Nordeste. De acordo com o levantamento, percentual de pessoas que aprovam o governo cearense é de 52%. Já a avaliação de quem considera a gestão “ótima ou boa” é de 38%.

No Nordeste, Cid Gomes fica atrás apenas de Eduardo Campos (PSB-PE), com 76% de aprovação, e de Eduardo Coutinho (PSB-PB), que obteve 54%. Apesar disso, média de aprovação de Cid é maior do que a de Dilma Rousseff (PT), que ficou em 48%.

Além disso, a pesquisa também perguntou aos entrevistados se eles confiavam no governador Cid Gomes, com 48% dos ouvidos afirmando que sim.

Segurança mal avaliada

A pesquisa aponta ainda as áreas mais citadas como de melhor e pior desempenho. Em todos os Estados, a Segurança Pública aparece como uma das áreas mais problemáticas, com 70% de desaprovação geral. A situação se repete no Ceará, onde a segurança é desaprovada por 55% dos entrevistados.

Do lado positivo, a Educação é considerada por 21% da população a área mais positiva do governo cearense. O índice fica atrás apenas de Pernambuco com 29%, Amazonas com 25% e Minas Gerais com 24%. O dado apresenta contraste com os demais estados do País, onde a Educação aparece como uma das áreas mais mal avaliadas.

Confira quem foram os governadores com maior aprovação:

1) Amazonas – Omar Aziz (PSD): 84%
2) Pernambuco – Eduardo Campos (PSB): 76%
3) Acre – Tião Viana (PT): 70%
4) Mato Grosso do Sul – André Puccinelli (PMDB): 66%
5) Minas Gerais – Antônio Anastasia (PSDB): 63%
6) Espírito Santo – Renato Casagrande (PSB): 63%
7) Paraná – Beto Richa (PSDB): 54%
8) Paraíba – Eduardo Coutinho (PSB): 54%
9) Rondônia – Confúcio Moura (PMDB): 52%
10) Ceará – Cid Gomes (Pros): 52%
11) Santa Catarina – Raimundo Colombo (PSD): 50%
12) Rio Grande do Sul – Tarso Genro (PT): 50%
13) Bahia – Jaques Wagner (PT): 50%
Brasil – Dilma Rousseff (PT): 48%
14) Goiás – Marconi Perillo (PSDB): 48%
15) Piauí – Wilson Martins (PSB): 47%
16) Sergipe – Jackson Barreto (PMDB): 46%
17) Maranhão – Roseana Sarney (PMDB): 46%
18) São Paulo – Geraldo Alckmin (PSDB): 41%
19) Pará – Simão Jatene (PSDB): 39%
20) Mato Grosso – Silval Barbosa (PMDB): 37%
21) Alagoas – Teotônio Vilela Filho (PSDB): 35%
22) Tocantins – Siqueira Campos (PSDB): 34%
23) Rio de Janeiro – Sérgio Cabral (PMDB): 32%
24) Roraima – José de Anchieta Júnior (PSDB): 31%
25) Amapá – Camilo Capiberibe (PSB): 26%
26) Distrito Federal – Agnelo Queiroz (PT): 16%
27) Rio Grande do Norte – Rosalba Ciarlini (DEM): 13%

Ranking de avaliações “ótimo” ou “bom”:
1) Amazonas – Omar Aziz (PSD): 74%
2) Pernambuco – Eduardo Campos (PSB): 58%
3) Acre – Tião Viana (PT): 55%
4) Mato Grosso do Sul – André Puccinelli (PMDB): 49%
5) Minas Gerais – Antônio Anastasia (PSDB): 49%
6) Espírito Santo – Renato Casagrande (PSB): 49%
7) Paraná – Beto Richa (PSDB): 45%
8) Paraíba – Eduardo Coutinho (PSB): 39%
9) Santa Catarina – Raimundo Colombo (PSD): 38%
10) Ceará – Cid Gomes (Pros): 38%
11) Rondônia – Confúcio Moura (PMDB): 35%
Brasil – Dilma Rousseff (PT): 34%
12) Rio Grande do Sul – Tarso Genro (PT): 34%
13) Piauí – Wilson Martins (PSB): 32%
14) São Paulo – Geraldo Alckmin (PSDB): 31%
15) Maranhão – Roseana Sarney (PMDB): 29%
16) Goiás – Marconi Perillo (PSDB): 29%
17) Sergipe – Jackson Barreto (PMDB): 27%
18) Roraima – José de Anchieta Júnior (PSDB): 26%
19) Bahia – Jaques Wagner (PT): 26%
20) Tocantins – Siqueira Campos (PSDB): 25%
21) Alagoas – Teotônio Vilela Filho (PSDB): 24%
22) Mato Grosso – Silval Barbosa (PMDB): 23%
23) Pará – Simão Jatene (PSDB): 22%
24) Rio de Janeiro – Sérgio Cabral (PMDB): 18%
26) Amapá – Camilo Capiberibe (PSB): 18%
27) Distrito Federal – Agnelo Queiroz (PT): 9%
28) Rio Grande do Norte – Rosalba Ciarlini (DEM): 7%

Fonte: O Povo