O governador Camilo Santana anunciou na noite desta terça-feira (3), durante as comemorações em homenagem a São Francisco das Chagas, em Canindé, as obras de requalificação do corredor religioso do município. O projeto, que está em processo de licitação, conta com investimento de mais de R$ 4,5 milhões do Governo do Ceará. Os festejos serão encerrados hoje na cidade, Dia de São Francisco.

“Vamos dar ainda este ano a ordem de serviço para o início das obras do corredor religioso de Canindé. Estamos licitando toda a urbanização do corredor, que é grande centro turístico-religioso. Essa é uma obra importante para receber ainda melhor os turistas de todo o Nordeste que vêm a Canindé todos os anos acompanhar os festejos”, disse o governador Camilo Santana, que participou da procissão, iniciada na Basílica, até a Praça dos Romeiros, onde foi realizada a tradicional missa campal. A celebração, realizada pelos freis Marconi Lins e Sérgio Moura, reuniu mais de 70 mil pessoas.

Em 2017, a Paroquia de São Francisco das Chagas, que abriga o maior santuário franciscano das Américas, comemora 200 anos de fundação. “Essa é uma das maiores festas religiosas do Brasil e que, a cada ano, vê o número de visitantes crescer. Isso mostra a esperança das pessoas na palavra de Deus e no exemplo do que representa São Francisco, que sempre lutou pelos mais necessitados”, citou o governador.

Corredor Religioso

O corredor religioso do município é composto pela Basílica de São Francisco das Chagas, Estátua de São Francisco, Praça do Romeiro, Convento de Santo Antônio, Casa dos Milagres e Via Sacra do Monte. A obra é de responsabilidade da Secretaria das Cidades.

Também estão inseridas no projeto a urbanização da área que circunda a Igreja Nossa Senhora das Dores, compreendendo a execução de piso pré-moldado, atendendo as normas de acessibilidade, instalações, paisagismo, estacionamento para carros e motos. Além disso, será aberta uma via chamada Rua Nova do Convento, compreendendo serviços de contenções, piso pré-moldado e piso rústico.

Fonte: Coordenadoria de Imprensa do Governo do Ceará