ciro-gomes-pdt-e1442493877514Em encontro do Diretório Nacional do PDT, nesta sexta-feira (22), em Brasília, o presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, confirmou que o ex-ministro Ciro Gomes é pré-candidato à sucessão da presidente Dilma Rousseff em 2018. A presidente, aliás, aceitou o convite para receber uma homenagem no evento do partido em que começou sua carreira política.

No encontro desta sexta, houve apelos de líderes do PDT para que o PT apoie o partido em 2018. Ciro foi ministro da Integração Nacional de 2003 a 2006, no primeiro mandato de Lula. O ex-ministro se filiou ao PDT em setembro de 2015 já com a promessa de Lupi de que despontava como postulante favorito da sigla ao Planalto.

Nesta quinta (21), Ciro voltou a criticar o vice-presidente Michel Temer. O ex-ministro afirmou que não acredita na reaproximação de Temer a Dilma. “Só quem for idiota acredita. Agora, isso não quer dizer que a presidenta tenha que repudiar isso. Até porque, a política vive desses bailados”, disse ele, acrescentando que “o que é importante é não acreditar, porque ele está no golpe e é capitão dele”.

Fonte: Jornal do Brasil