(Foto: Divulgação / Secretaria de Turismo de Fortaleza)

(Foto: Divulgação / Secretaria de Turismo de Fortaleza)

Na noite desta quarta-feira (26), foi inaugurado o Mercado Cultural dos Pinhões, em prédio anexo ao Mercado dos Pinhões. O evento contou com a presença do prefeito Roberto Cláudio, do titular da Secretaria da Cultura Evaldo Lima, o Secretário de turismo Alexandre Pereira e o Secretário da Regional I Adail Fontenele. O local dará continuidade ao incentivo à ocupação por meio de cultura e gastronomia local de espaços públicos em Fortaleza.

Durante a inauguração, em parceria com Associação dos Chefs de Cozinha do Ceará por meio das Secretarias da Cultura e Regional Centro, ocorreu o Festival Comida de Boteco, no qual renomados chefs de cozinha apresentaram pratos característicos nordestinos. Para o prefeito, o investimento de R$ 297.078,08 deverá servir para consolidar um novo polo gastronômico na Capital. “Este é um espaço já muito utilizado pela Cidade, que une a cultura à diversão e ao lazer. Naturalmente, em seu entorno, estabeleceram-se alguns pontos com o perfil de ocupação que a gente deseja, de restaurantes e bares. O equipamento servirá para, definitivamente, consolidar um polo gastronômico aqui em Fortaleza, no entorno do Mercado dos Pinhões”, destacou.

O prefeito Roberto Cláudio também anunciou na oportunidade o novo projeto de requalificação do Mercado histórico, aliado ao estímulo do Plano Diretor da Cidade, fomentando a ocupação do entorno do mercado e promovendo a utilização do espaço.

O titular da Secretaria da Cultura Evaldo Lima destacou a importância histórica do local e seu entorno, classificando-os como patrimônio afetivo dos cidadãos fortalezenses. “Este espaço remonta a segunda metade do século XIX. A oficina original do Mercado dos Pinhões foi a mesma que fez a Torre Eiffel, em Paris. Há toda uma identificação histórica e cultural, muita vida, programação intensa, relação de identificação, de pertencimento do cidadão daqui, não apenas no Carnaval, quando este é um dos polos mais disputados. Mas aqui a gente realiza inúmeras feiras e este é um ponto de encontro dos cearenses. O Mercado Cultural dos Pinhões, com esse foco, com esse direcionamento para os saberes e sabores da gastronomia cearense só vem engrandecer todo esse contexto”, pontuou.

O espaço contar com 18 boxes para comercialização, banheiros, sala para administração, elevador plataforma para pessoas com mobilidade reduzida, escada de acesso ao novo piso e áreas de convivência em ambos os pavimentos, que abrigarão programação cultural e festivais gastronômicos temáticos.