david-durand-exonerao-esportesO deputado estadual e pastor David Durand (PRB) pediu exoneração, nesta sexta-feira, 20, do cargo de secretário do Esporte no governo de Camilo Santana (PT). Durand assumiu a pasta em 1° de janeiro e já havia dito ser “perseguido” por setores interessados na função. Essa é a primeira baixa na equipe do governador.

Em nota enviada ao Blog do Eliomar, o PRB confirma o pedido de exoneração e pontua as situações que culminaram com a saída. Conforme o partido, a decisão foi tomada de forma coletiva pela executiva estadual do partido “em face da necessidade de retorno da representação partidária à Assembleia Legislativa”.

Também foi ressaltada a limitação do campo de atuação da Sesporte diante de decisões da gestão de Camilo que, segundo a sigla, atinge “aspectos como autonomia e capacidade técnica, manifesta em decisões com a redução brusca da já diminuta equipe de colaboradores”.

LEIA TAMBÉM
Secretário de Esportes nega renunciar ao cargo e se diz perseguido
Deputados cobram informações sobre impacto financeiro da mudança estrutural no Governo

Outra situação apontada pelo partido é o projeto do Governo de transferir atribuições da Secretaria de Grandes Eventos, que deve ser extinta, para a Casa Civil e não para a pasta de Esporte. Entre as atribuições está a administração de equipamentos como o Castelão e o Centro de Formação Olímpica.

“Tais ações causam estranheza e expõem o Estado a situações constrangedoras. Como explicar, por exemplo, para um organismo ou instituição de âmbito nacional ou internacional, como o Comitê Olímpico ou a CBF, que a gestão dos principais parques esportivos do Estado, estava à par de uma secretaria de eventos, mas que a partir de então serão geridos pela Casa Civil?”, diz a nota.

O projeto foi criticado, hoje, na Assembleia Legislativa, pelo deputado Capitão Wagner (PR). Em defesa do governo, o deputado Elmano de Freitas defendeu que cabia ao Governo o destino dos equipamentos e não ao Legislativo.
A assessoria de comunicação do Governo afirmou que apura o caso e deve enviar nota de esclarecimento ainda nesta sexta-feira.

Rumores de renúncia
Cerca de 15 dias após assumir o cargo, Durand já havia lidado com rumores de sua renúncia. Na época, ele negou ter planos de deixar a pasta. Segundo ele, as informações que circularam na imprensa sobre desistência sua seria “jogo de interesses” de setores interessados no cargo.

Já o secretário-geral do PRB no Ceará, Euler Barbosa, foi mais direto. Segundo ele, a vaga ocupada por Durand foi alvo de intensa disputa entre base aliada de Camilo Santana. “PSD, PCdoB e PHS todos queriam a pasta, mas o governador preferiu alinhar ao governo federal”, disse. Atualmente, ministério dos Esportes é também comandado pelo PRB.

Redação O POVO Onlinedavid-durand-exonerao-esportesdavid-durand-exonerao-esportes