No próximo dia 20 de abril, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, Regional do Ceará – SENAR, comemora 25 anos de criação, como braço educativo vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará FAEC e administrado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil- CNA. O SENAR-CE, teve como primeiro presidente do Conselho Administrativo, o engenheiro José Ramos Torres de Melo Filho, que na época também era o Presidente da FAEC e como primeiro Superintendente, Antônio Bernardino de Carvalho (Comandante Carvalho). Hoje tem como Superintendente Regional, o engenheiro agrônomo Sergio Oliveira da Silva e como Presidente do Conselho Administrativo, Flávio Viriato de Saboya.

Na programação haverá uma sessão especial na Assembleia Legislativa do Estado, no próximo dia 23 às 14 horas, requerida pelo deputado estadual Carlos Matos ( PSDB), com homenagens a personalidades e a instituições que contribuíram para o desenvolvimento da instituição , seguindo-se no dia 24, uma reunião especial do Pacto de Cooperação da Agropecuária Cearense – Agropacto, na sede do Sistema FAEC/ SENAR- CE, quando será feita uma retrospectiva das ações durante estas duas décadas e meia de realizações.

Criado para desenvolver ações de formação profissional rural e atividades de promoção social, voltadas as pessoas do meio rural, o SENAR-CE iniciou suas atividades com 15 ações, e hoje realiza mais de mil ações anuais, com um crescimento de mais 8.360% .Ao longo desses 25 anos de existência contabiliza 403.437 produtores atendidos, a quem foram ofertados gratuitamente 21.215 cursos de capacitação, com 877.326 horas / aulas ministradas.No Brasil, 75 milhões de brasileiros já foram atendidos. Só em 2016 foram 3,4 milhões.

No Ceará o SENAR avançou muito nestes 25 anos, contribuindo para a profissionalização do homem do campo, inclusive com a introdução do ensino técnico, através da oferta do Curso Técnico em Agronegócio, da assistência técnica e gerencial -ATEG, que atende a 455 propriedades, bem como, através da melhoria da qualidade de vida dos produtores e de suas famílias, com a oferta do Programa Saúde do Homem e da Mulher, que garante o exame de prevenção do câncer do colo do útero e da próstata, palestras sobre saúde, disse o Superintendente Sergio Oliveira da Silva.

Os cursos de Promoção Social tiveram início a partir de 1996 e hoje representam 30% do total e já mudaram pra melhor a vida de muitas pessoas, que através dos cursos de doces caseiros, utilização dos derivados do leite, do caju , da palma forrageira e da mandioca na alimentação humana ministrados pelo SENAR, hoje se transformaram em empreendedores. Possui 103 instrutores e oito supervisores de campo.

Além dos cursos de Formação Profissional Rural- FPR e de atividades de Promoção Social – PS com uma oferta de 98 tipos de ações, o SENAR-CE oferece sozinho, ou em parceria com os Sindicatos de Produtores Rurais e com o SEBRAE-CE, 11( onze ) programas especiais, dentre os quais destacam-se: Empreendedor Rural, Sertão Empreendedor, Negócio Certo Rural- NCR , Sindicato Forte, Competitividade e Sustentabilidade da Atividade Leiteira.

Em 2003, deu Início ao Programa Agrinho em 9 municípios, que hoje atende a 48 municípios e já beneficiou em 15 anos, 2 milhões e 500 mil alunos do 2o ao 9o ano das escolas públicas da zona rural, levando educação não formal em temas voltados para o interesse do campo, como Saúde, Meio Ambiente, Viver Bem no Semiárido e Cidadania.

Merece destaque especial a introdução em 2015, do Programa Assistência Técnica e Gerencial, com um modelo inovador baseado em cinco pilares. A produção assistida da entidade auxilia, principalmente, os produtores rurais das classes C, D e E, que não têm acesso à assistência técnica e às novas tecnologias. Nesse sentido, a Administração Regional do Ceará está trabalhando desde 2015 em parceria com o Programa Sertão Empreendedor/SEBRAE no atendimento a 455 propriedades, com 82 ações de FPR e 2 ações de PS.

Outra ação importante foi a implantação em 2015, do Ensino Técnico , através de quatro Polos Presenciais da Rede e-Tec em Fortaleza, Cascavel, Quixadá e Quixeramobim, os dois últimos criados em 2017, com a oferta do curso Técnico em Agronegócio, que formou a primeira turma no último dia 23 de março deste ano e conta com mais de 280 participantes cursando.

Nos anos de 2016 e 2017 foi celebrada uma parceria com a Associação dos Produtores de Leite do Estado do Ceará –APROLECE, através do Projeto ” Viva O Leite”, convênio realizado entre o SENAR/SEBRAE/FAEC/APROLECE e que ofereceu.assessoria técnica e gerencial- ATeG, aos associados da APROLECE , bem como noções de mercado e iniciação ao associativismo.

Nesse período foram realizados cursos para cinco turmas, com 152 participantes e uma carga horária de 76 horas. Além disso, realizou quatro dias de campo, quatro palestras técnicas e duas missões, uma a varias fazendas no Estados de Alagoas, onde a produção de leite aumentou com o uso intensivo da palma forrageira. Os dias de campo foram realizadas em Cascavel sobre Manejo da Cultura do Sorgo, em Palmácia sobre O Impacto da Nutrição no Custo de Produção.

Em 2018 pretendemos ampliar nossa atuação na área da capacitação, levando cursos gratuitos aos produtores assistidos pelos municípios, através de uma parceria com as Prefeituras Municipais. Novos tempos virão para o Senar do Ceará : a Faculdade CNA, que congrega todas as Federações de Agricultura e Pecuária do Brasil, esta será uma das nossas metas futuras, disse o Superintendente Sérgio Oliveira, destacando o apoio que tem recebido do Presidente do Conselho Administrativo do SENAR , Flávio Saboya, presidente da FAEC, e dos presidentes de Sindicatos Rurais .

A produção nos campos brasileiros avançou com a ciência e a tecnologia, colocando o Brasil entre os maiores produtores de alimentos do mundo. O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, SENAR, contribui para essa mudança com ações de Formação Profissional Rural, Atividades de Promoção Social, Ensino Técnico de Nível Médio, presencial e à distância, e com um modelo inovador de Assistência Técnica e Gerencial, finaliza o Superintendente do SENAR-CE.