Uma agenda de compromissos do prefeito Roberto Cláudio, em sua viagem à China, que está abrindo boas perspectivas para novos investimentos e a para a adoção de políticas públicas inovadoras na cidade de Fortaleza.

No primeiro compromisso do dia, em Xangai, o prefeito Roberto Cláudio foi recebido por dirigentes do FUSON, conglomerado chinês de investimentos com mais de U$60 bilhões de ativos e ações listados na Bolsa de Hong Kong.

Com os investidores chineses, o prefeito de Fortaleza discutiu sobre a possibilidade de atração de negócios na área de turismo e saúde.

“Fomos muito bem recebidos e o interesse revelado pelo grupo nós faz acreditar que podemos ter, em breve, uma parceria de bons resultados para a economia de Fortaleza”, afirmou o prefeito Roberto Cláudio.

Na segunda agenda do dia, o encontro foi com a direção do NDB (New Development Bank), o Banco dos BRICS, instituição que já analisa Carta Consulta da Prefeitura de Fortaleza que busca empréstimo no valor global de U$644 milhões, para investimentos nos projetos elencados a partir do Plano Fortaleza 2040.

Além do presidente do NDB, K. V. Kamath, um dos líderes empresariais mais reconhecidos da Índia, também estava presente à reunião o vice-presidente brasileiro do NDB, Paulo Nogueira Batista Jr. Para os dirigentes do Banco dos BRICS, Fortaleza tem relevância e grande importância para o NDB. “Fortaleza está para o NDB assim como Bretton Woods está para o Banco Mundial. Afinal, o berço do NDB é Fortaleza, quando sediou a reunião dos BRICS que resultou na criação do banco”, afirmou o presidente do NDB.

Na pauta do encontro, uma boa notícia para Fortaleza: a informação de que o empréstimo do NDB, no valor global de U$ 644 milhões, para financiar ações do Plano Fortaleza 2040, objeto da Carta Consulta em analise pelos técnicos do banco, pode não depender do aval soberano do governo brasileiro. O banco teria interesse em participar como parceiro de uma PPP com o governo municipal.

“Essa informação revela o grau de confiabilidade que a Prefeitura de Fortaleza tem hoje junto aos organismos internacionais, pela sua solidez em indicadores fiscais e resultados administrativos”, afirmou o prefeito Roberto Cláudio que ainda cumpre três dias de agenda oficial na viagem à China.

Além de Xangai, o prefeito de Fortaleza participa como convidado, em Pequim, de seminário promovido pela Fundação Getúlio Vargas e Universidade de Pequim. Roberto Claudio terá assento no Desafio Brazil-China 2017, falando em painel que tratará de mudanças estruturais em mobilidade urbana.

Acompanharam o prefeito nas visitas ao NDB e ao Fosun, o secretário de Governo, Samuel Dias, a coordenadora de Relações Internacionais da PMF, Patrícia Macedo, além dos ex-governadores do Ceará, Ciro e Cid Gomes, que são também convidados como palestrantes para o evento Brasil/China Challenge 2017, promovido pela FGV e Universidade de Pequim.

A agenda do prefeito Roberto Cláudio na China também incluiu outras duas visitas que devem resultar em políticas inovadoras para Fortaleza. Uma visita foi à empresa ZTE, uma das primeiras empresas chinesas fornecedoras de equipamentos de tecnologia da informação, onde o prefeito tratou tecnologia para sistema de segurança, monitoramento de áreas de estacionamento, wi fi em áreas públicas e projetos para as áreas de saúde e educação.

Resíduos sólidos
A outra visita foi à empresa Tian Ying, uma das três maiores do mundo em tratamento de resíduos sólidos e que opera 18 plantas ao redor do planeta, incluindo o tratamento de resíduos sólidos na cidade de Xangai.

“Os diretores da companhia demonstraram grande interesse em participar do mercado brasileiro e a porta de entrada deve ser mesmo a cidade de Fortaleza. Por isso, já determinamos que até o final do mês de setembro uma missão da Prefeitura, composta preferencialmente pelos secretários João Pupo, da Conservação e Serviços Públicos, e Manuel Nogueira, da Infraestrutura, deverá vir à China para as tratativas de instalação de uma planta de tratamento de resíduos sólidos em Fortaleza”, afirmou o prefeito Roberto Cláudio.

A própria empresa ZTE estrutura todo o planejamento de montagem e gerenciamento das plantas, incluindo o seu financiamento, e atua com tecnologia que utiliza resíduos sólidos como matriz para a geração de energia.

“Uma agenda muito produtiva e de relevante interesse para a nossa Capital”, afirmou o prefeito Roberto Cláudio, destacando que a presença dos dois ex-governadores, Ciro e Cid Gomes, “ajuda ainda mais na elaboração de novas percepções, visto que tiveram também a missão de serem prefeitos e entenderem todos os desafios que envolvem as nossas cidades”, concluiu.

Fonte: Comunicação PMF